Sunday, 20 November 2011

Ouvi Falar

Ouvi falar de um certo sentimento...


Um sentimento pleno e puro,
que não busca seus interesses
Um sentimento terno e sincero,
que não se pode simular

Ouvi dele falar, mas
Nunca imaginei que
O pudesse vir a sentir
Até o dia em que te conheci

Inimagináveis mudanças é capaz de operar:
O mais duro coração é capaz de quebrantar
Nem o mais inflexível ser o resiste
Alegre faz o outrora triste

O Amor é o bem: é a própria perfeição
Tudo suporta, tudo sofre, tudo espera...
Sacia-se na saudade, solidifica-se no sofrer
A distância e o tempo só o fazem crescer

Não me sai da mente esse teu sorriso...
E não sabes como gostaria de entender
O que esconde esse teu olhar,
Profundo mistério, deixe-me desvendar?

Eterna desventura a vida ter-me-ia sido
Se não tivesse, um dia, te conhecido
Apenas teria ouvido falar do Amor
Mas nunca, jamais, o teria sentido





by Hitalo Viana

3 comments:

Luh_Jahnke said...

Ah, o amor.. quem o pode desvendar?
Adorei mesmo, lindo, poesia que me fez entre suas linhas viajar, sentimento que destrói e reconstrói corações, sentimento doce e amargo... ah, o amor... quisera eu seus mistérios desvendar..

Amado, to sem palavras,adorei mesmo!!
PARABENS por mais uma que me deixou sem reação!
Amei!

Inoema escritora said...

"Eterna desventura a vida ter-me-ia sido
Se não tivesse, um dia, te conhecido
Apenas teria ouvido falar do Amor
Mas nunca, jamais, o teria sentido"
"Ouvi falar de um certo sentimento" E aqui eu o vi descrito divinamente; Hitalo este é um dos momentos em que me pergunto, o que seria do mundo sem poesia?

Grande beijo no teu coração que a divina emoção sempre abite teu coração!

Costantino said...

Amore,sentimento,cuore.
Una bella poesia!